Total de visualizações de página

sábado, 25 de agosto de 2012


Olá, pessoal!
Há duas semanas comentamos em aula sobre Miguel Ângelo di Lodovico Buonarroti Simoni, mais conhecido como Michelangelo. Agora vamos registrar algumas referencias biográficas.
Nascido na cidade de Capresse, Itália, no dia 6 de março de 1475, Miguelangelo passou parte de sua infância e adolescência na cidade de Florença. É considerado o maior escultor que já existiu na humanidade.
Como grande parte dos pintores e escultores da época em que viveu, ele iniciou a carreira artística sendo aprendiz de um grande mestre das artes. Seu mestre, que lhe ensinou as técnicas artísticas, foi Domenico Girlandaio. Após observar o talento do jovem aprendiz, Girlandaio encaminhou-o para a cidade de Florença, para aprender com Lorenzo de Médici. Na Escola de Lorenzo de Medici, Michelangelo permaneceu por 2 anos (1490 a 1492). Em Florença, recebeu influências artísticas de vários pintores, escultores e intelectuais da época, já que a cidade era um grande centro de produção cultural.
Foi morar em 1492 na cidade italiana de Bolonha, logo após a morte de Lorenzo. Ficou nesta cidade por 4 anos, já que em 1496 recebeu um convite do cardeal San Giorgio para morar em Roma. San Giorgio tinha ficado admirado com a escultura em mármore Cupido, que havia comprado do artista. Nesta época, criou duas importantes obras, com grande influência da cultura greco-romana: Pietá e Baco. Ao retornar para a cidade de Florença, em 1501, cria duas outras obras importantes: Davi (veja imagem acima) e a pintura a Sagrada Família.
No ano de 1503, o artista recebeu um novo convite vindo de Roma, de Júlio II. Foi convocado para fazer o túmulo papal, obra que nunca terminou, pois constantemente era interrompido por outros chamados e tarefas. Entre os anos de 1508 e 1512 pintou o teto da Capela Sistina no Vaticano, sendo por isso comissionado por Leão X (veja abaixo a definição de mecenas). Neste período também trabalhou na reconstrução do interior da Igreja de São Lourenço em Florença.
Entre os anos de 1534 e 1541, trabalhou na pintura O Último Julgamento, na janela do altar da capela Sistina. Em 1547 foi indicado como o arquiteto oficial da Basílica de São Pedro no Vaticano.
Morreu em 18 de fevereiro de 1564, aos 89 anos de idade na cidade de Roma. Até os dias de hoje é considerados um dos mais talentosos artistas plásticos de todos os tempos, junto com outros de sua época como, por exemplo, Leonardo da Vinci, Rafael Sanzio, Donatello e Giotto di Bondone.

Relação das principais obras de Michelangelo:
Afrescos do teto da Capela Sistina
A criação de Adão
Julgamento Final
Martírio de São Pedro
Conversão de São Paulo
Cúpula da Basílica de São Pedro
Esculturas: Davi, Leda, Moisés e Pietá
Retratos da família Médici
Livro de poesias: Coletânea de Rimas
A Madona dos degraus (relevo)

Em seguida será postada imagem e características de uma de suas principais obras, a Pietá. 
Abraços, Prof. Ademir.

3 comentários:

lucas disse...

Professor aqui vai a tarefa:
Tese do texto o lagarto de esmeralda: As verdadeiras jóias não são pedras preciosas, mas sim, ter a oportunidade de ajudar os necessitados.
Tese do texto o menininho: Temos que ser criativos, pois se todos fazerem tudo igual tudo seria muito chato.
Tese do texto a águia e as galinhas: Apesar de você ser criado de um jeito sua natureza sempre sera a mesma.

Bom, é isso ai proffe! ;)

Gabriel Carinhato Barros disse...

Prof Ademir, me corrija se eu estiver errado:as pinturas do teto da capela Sistina, não são da história da criação???

SARAH MARIA disse...

essa obra é muito bonita tomara que um dia eu possa ter a oportunidade de vela pessoalmente!

Seguidores

Arquivo do blog